0

Lançamentos de Setembro Novo Conceito

Setembro chegou e com ele ótimos livros da Novo Conceito. Vamos conhece-los?





Bem-vindo a Veneza, a Cidade do Amor. Ele traiu, mas foi uma única vez! Evie Dexter prometeu perdoar seu noivo, Rob e todos os esforços para absolvê-lo de seus pecados estão valendo a pena: nos últimos 10 dias, ela só o chamou de cafajeste 11 vezes. Graças aos céus, sua carreira de guia de turismo está indo muito bem. Evie já conheceu a elegante Dublin, a estilosa Marrakech e a descolada Amsterdã. Quando é convidada para visitar, com todo o luxo e glamour, a sensual cidade de Veneza, com seu vinho delicioso e os italianos impetuosos, ela agarra a oportunidade com unhas e dentes. Se você está à procura de romance, já encontrou o seu destino: embarque em Aconteceu em Veneza, viaje com Evie e tente responder a esta pergunta: o que você faria se estivesse no lugar dela?



Nell e Kyle são amigos desde a infância. Sempre fizeram tudo juntos, então ela nem se lembra de quando se tornaram realmente um casal. Quando Kyle morre da forma mais repentina, o mundo de Nell é lançado em um abismo de incertezas e dor. É quando Nell conhece Colton, irmão de Kyle e até então um completo desconhecido para ela. Estranhamente, é como se Colton a conhecesse há muito tempo… é como se ele a conhecesse por dentro. Ambos passam, então, a lutar para seguir em frente da melhor maneira possível. Nell, sufocada pelo peso da culpa.Colton, lutando contra a força que o arrasta em direção a ela… Cada um à sua maneira, os dois precisam desesperadamente encontrar o sentido da cura e do perdão. Em Entre a paixão e a dor, Jasinda Wilder combina o calor do desejo com a angústia, a perda da inocência, o luto e as tentativas de recomeço. O resultado é uma viagem ao mesmo tempo sensual e melancólica que ficará gravada em sua pele muito tempo depois que esta história terminar.


AMIGOS E INIMIGOS. PERIGO E MAGIA. MORTE E VIDA. A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar. Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior… mas falha em seu plano de falhar. Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro. Magisterium – O Desafio de Ferro nasceu da extraordinária imaginação das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare. Um mergulho alucinante em um universo mágico e inexplorado.


O Lado mais Sombrio , é o segundo livro da trilogia, uma releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana… e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real , Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais 


Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails, mensagens de texto, cartas, cartões-postais... Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples. 


Qual deles vocês vão adicionar a lista de desejados?

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!






2

Cartas para um pai – Janaina Rico – @MODOEditora

Bom dia leitores do blog! E bem vindo Setembro!

Hoje venho comentar sobre o livro da Janaina Rico e tenho que dizer que adoro a escrita dela, por ser rápida e sem enrolação.

Sinopse: Juliana achou que suas férias em João Pessoa renderiam apenas fotos e boas lembranças, mas não foi assim que as coisas se desenrolaram. Uma gravidez inesperada alterou toda a sua vida e, para se comunicar com o pai do bebê, as cartas foram a melhor escolha. Um livro emocionante e envolvente, sobre amores e a formação de uma nova vida.

Minha opinião: Esse livro eu o li em uma hora! Tem 200 páginas e conta a história de Juliana que engravida em uma viagem que sai sozinha antes de entrar pra faculdade e decide criar o filho sozinha e ao longo do livro envia cartas para o pai da criança!

“Oi, pequeno alien. Eu sou sua mãe."

Juliana é muito engraçada, consegue fazer piada com tudo, mesmo chorando me fez rir e através de suas cartas podemos conhecer um pouco mais de Anderson, que é o pai do bebê e na minha opinião é um cara muito mole, que não corre atrás do que quer e que basta uma mulher com opinião para não fazer o que quer.

Também temos a família da Juliana, sua mãe na qual Juliana tem mais medo e suas irmãs... Mesmo assim, Juliana opta por passar boa parte do tempo sozinha, isolada de família e amigos e curtindo sua gravidez somente ela e o pai da criança (mesmo de longe).

Me identifiquei com o livro, não por ser mãe solteira, mas por ter um bebê e sentir boa parte do que ela sentiu. As listas que ela fez eu também fiz, mas não me senti insegura acho que por ter meu amor por perto. Como não vivi o que ela viveu, não posso dar muita opinião.

O livro é muito bonito, a capa é linda e a diagramação muito boa, cada começo de capitulo também é bem diferente, com letras lindas.


Quem quiser conhecer mais de Janaina Rico, aqui no blog tem mais duas resenhas, uma do livro Apimentando e outra do conto 10 dias para roubar o namorado da vizinha.

Esse livro eu também comprei na Bienal do livro e está autografado, a Janaína é um amor de pessoa e todos os livros dela eu tenho autografado. 

Bjs e até a próxima


Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!



2

Resenha: Enquanto a chuva caía - Christine M. - Editora Novo Conceito

Sinopse:

Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói?

Minha Opinião:


Começo essa resenha falando por quão ansiosa eu estava para fazer a leitura desse livro e de como fiquei feliz em saber que a Christine M. teria um livro seu publicado por uma grande editora e que eu finalmente voltaria a ler algo dela. Para quem não sabe, a Christine tem outros livros publicados (que infelizmente eu só possuo um) e dentre eles tem um dos meus romances prediletos, o Sob a Luz dos Seus Olhos (Quer saber mais? Leia a resenha AQUI). Então imaginem com que “sede” eu fui para a leitura desse livro e já posso adiantar, me encantei como sempre.

Enquanto a chuva caia conta a história de dois personagens paralelos, mas que tem suas vidas entrelaçadas pelo destino e que acabam por formarem o casal desse romance.

Primeiramente conhecemos o misterioso Erick, ele é um homem que esconde inúmeros segredos, ele tem como profissão o trabalho sujo que a polícia não faz, ele é pago para arrancar informações importantes, mesmo que para isso ele tenha que ir muito além do que é politicamente correto, por isso mesmo essa é a sua função, limpar a bagunça que nem mesmo a polícia é capaz de limpar, então sua profissão não é reconhecida, vive de trabalhos escusos, mantendo uma vida de fachada e outra na que realmente vive. Ele é um homem maduro, que não acredita no amor e no felizes para sempre, já viveu muitas perdas e aprendeu que em sua vida não a espaço para a paixão, pois não conseguiria envolver mais ninguém em sua vida tão arriscada. Mesmo sempre sozinho, ele é feliz a sua maneira, pois adora a adrenalina em que vive.

Já Marina vive em uma realidade completamente diferente que a dele, ela é jovem, rica e comanda a mão de ferro suas empresas, bilionária e herdeira de um império, esconde também muitos segredos e sofrimentos, o mais recente é a doença de seu, homem que ela mais ama no mundo e que a cada dia que passa fica mais doente, diante desse quadro, cabe a ela manter o que restou de sua família e fazer com que os negócios cresçam cada vez mais, mesmo que para isso ela não tenha que ser politicamente correta.

A vida desses dois personagens tão distintos se encontram quando Erick vai trabalhar para Marina em uma de suas empresas nos EUA, a fim de se afastar das encrencas que se meteu aqui no Brasil. Lá os dois acabam por se atraírem mutuamente, causando muitos estragos não só em suas vidas, como nas das pessoas ao seu redor e até mesmo nos negócios. Ambos tem segredos, ambos tem passados obscuros, daria certo um amor verdadeiro entre os dois? E a que custo?

Christine M. soube escrever um romance cheio de intrigas, jogos de poder e paixão, que faz com que o leitor fique preso até a última página do livro. Reviravoltas e fortes emoções marcam esse livro, e que com certeza me fará lembrar dele por muito tempo. É muito bom saber que temos uma autora nacional tão completa, que sabe nos envolver e emocionar com suas palavras, estou cada vez mais encantada por sua escrita e torcendo ansiosamente para ver mais livros seus publicados pela Novo Conceito.

A diagramação do livro esta muito bonita apesar de ser simples, a capa tem haver com a história, mas comparada as demais da autora, meio que me deixou decepcionada. A cada inicio de capítulo, a autora nos brinda com trechos de músicas, a maioria que já adorava, então vale a pena ler o livro com essa playlist. Também tenho que comentar sobre o fato da sinopse que fica atrás do livro narrar uma parte do livro, para fazer com que o leitor queira ler o livro obviamente, mas achei que aquela parte em si, não faz muito jus ao livro e seu enredo, principalmente por ser uma cena muito distante e para quem acaba por lê-la antes da leitura em si do livro, perde a surpresa do momento, algo que me incomodou. Outro ponto que preciso compartilhar é o fato de o livro ter deixados algumas pontas soltas (poucas, nada que comprometa a leitura), mas que me incomodaram, como o fato de não saber o “fim” de alguns personagens, assim que encontrar a Christine pretendo enchê-las de perguntas rs.

Espero que todos tenham gostado da resenha e que tenham a oportunidade de ler esse e outros livros da Christine, pois tenho certeza que assim como eu vão amar <3 

“Agora seria o momento em que o Adam me abraçaria e diria que a vida é o que acontece entre uma coisa e outra. Ele diria, sorridente, que eu estou perdendo o foco, que estou olhando para o que não vale a pena. Discorreria sobre o risco que é não ver a grandiosidade que se esconde no vão da vida. Eu sorriria, me alcamaria e o beijaria, agradecida, mesmo sem compreender muito bem todas as suas filosofias e ideias, porque as vezes, mesmo sem entendê-lo completamente, cada palavra dele fazia sentido em algum lugar dentro de mim. Por isso, eu acabava me convencendo de que muito além das minhas interpretações existem coisas realmente importantes, valiosas e verdadeiras demais para deixarmos escapar.” Pág. 30

“Ao longo da vida, aprendi que você nunca esta preparado para uma alegria intensa ou uma tristeza da mesma proporção.” Pág. 37



Beijus


Renata Sara

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!
6

Desafio pós Bienal 2014

Oi gente! Eu deveria ter escrito esse post mais cedo, mas não deu tempo. Bienal de 2012 eu comprei alguns livros e não li muitos dos que eu comprei, mas essa Bienal eu fiz uma promessa de ler TODOS os livros esse ano ainda!

Tenho que dizer que estou até que bem, pois já estou no meu 5º livro e fui na Bienal Sábado dia 23.


Bom, aqui embaixo tem a foto dos livros que eu comprei e vou atualizando o desafio conforme eu for postando os livros.


Livros:
- Mansfield Park – Jane Austen NÃO TERÁ RESENHA
- Crepúsculo: Livro de anotações da Diretora – Catherine Hardwicke
- Crepúsculo: Guia ilustrado da série – Stephenie Meyer 
- Cartas para um pai – Janaína Rico
- A maquina de contar histórias – Mauricio Gomyde RESENHA AQUI
- As batidas perdidas do coração – Bianca Briones RESENHA AQUI
- O mundo pós-aniversário – Lionel Shriver
- Dupla falta – Lionel Shriver
- Tempo é dinheiro – Lionel Shriver
- Até eu te encontrar – Graciela Mayrink
- De repente Ana – Marina Carvalho
- O para sempre de Ella e Micha – Jessica Sorensen
- Maluca por você – Rachel Gibson
- Simplesmente Irresistível – Rachel Gibson

Está aí a minha lista!!! O único que eu não quero ler nesse desafio é o da Jane Austen, pois eu comprei para ir no caixa do Grupo Editorial Record para pegar alguns marcadores e não gostei dessa edição de bolso, os que eu tenho da Jane Austen são de capa dura e bilíngue e quero comprar esse no mesmo estilo. Ou seja, o desafio será com 13 livros!

Já li o Livro de Anotações da Diretora e Guia ilustrado da série, e esses vou colocar a resenha na semana que vem, e o livro Cartas para um pai, a resenha sai amanhã! Até que estou indo bem, dos 13 livros que vou ler, li 5.

Ahhh... vou aproveitar esse post para postar algumas fotos da Bienal:



Os marcadores e bottons que eu peguei/ganhei


Mais uma foto, agora mostrando melhor os bottons.


Minha prima Amanda, que adora ler e foi a minha companhia na Bienal desde o começo, pois viemos juntas. Adorei!



As lindas do Psycobooks 


A Re, a Janna do blog Livros pura diversão e eu! Lindas dos meu coração! S2


A simpática e linda da Marina Carvalho


  A Janaína Rico


A Graciela Mayrink


O Mauricio Gomyde que já tem resenha no blog!
(se quiser conferir, só clicar AQUI)




A Bianca Biones, autora do livro As Batidas perdidas do coração que já tem resenha no blog!
(se quiser conferir, só clicar AQUI)

Acho que resumindo foi isso, foi um dia muito bom! Muito feliz! E espero ter sempre dias assim, que transborde o meu coração de felicidade! Amei tudo, menos as filas!

Gostaram?

Beijos

Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!

2

A máquina de contar histórias – Mauricio Gomyde – Novo_Conceito

Oi gente! Esse livro do Mauricio eu estava louca para ler depois que a Re disse que o livro era bom! Fora que só de ler a sinopse eu já quis ter o livro em minhas mãos e devorar... Comprei na Bienal e autografado! Li em um dia.

Sinopse: Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias, o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das filhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

Minha opinião: Eu adoro livros sobre pais e filhos, sempre me emocionei e onde tem essas histórias que comovem, estou logo atrás lendo.

O livro tem menos de 200 páginas e conta a história de um escritor chamado Vinicius que dedica sua vida a escrever livros e esquece completamente que tem uma mulher doente e duas filhas desesperadas por estarem perdendo a mãe e sem um pai presente. Vinicius vive seu mundinho fictício, esquecendo sua própria família e não está em casa quando a mulher falece, assim suas filhas o desprezam por sempre pensar em sua carreira e esquecer de todo o resto.

Emocionei-me bastante com o livro e claro que odiei o Vinicius nas primeiras páginas do livro, aliás, desde antes de ler o livro já o odiava. Vinicius tem duas filhas, Vida e Valentina, e essas nutrem o ódio pelo pai, Vinicius precisa resgatar o amor das duas, será que ele vai conseguir?

Valentina é a adolescente e Vida tem apenas cinco anos, as duas praticamente odeiam o pai, mas por Vida ter apenas cinco anos, as coisas são mais fáceis, mas Valentina é a adolescente que ficou com a sua mãe, segurando sua mão até o final... E é essa a imagem que ela tem, de uma mãe sem marido. O que fazer para Valentina voltar a tratar Vinicius como pai?

É como eu sempre digo, que ou pode ser tarde demais e nunca mais acontecer, ou correr atrás do tempo perdido, que não será mais a mesma coisa, mas... Tem que valer a pena.

O livro é uma reflexão e em algumas partes até engraçado, mas o se tira do livro é a reflexão dele.

Mauricio Gomyde é autor de mais dois livros e esse foi o meu primeiro contato com ele e com certeza vou querer ler os outros.

A diagramação do livro é ótima e a história é super rápida.

Recomendo pra quem gosta de refletir sobre as histórias ou para quem gosta de tirar uma lição de cada livro que lê.

Vale muito a pena.

O meu livro está autografado, pois encontrei com o autor na Bienal e fiquei muito feliz, pois ele é um amor.




Até a próxima.

Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!


11

As batidas perdidas do coração – Bianca Briones – @Verus_Editora

Oi gente!!! Hoje escrevo uma resenha de um livro que eu sempre quis ler, morria de inveja das meninas do Psycobooks que já tinham lido e ficavam escrevendo resenhas e deixando a gente morrer de vontade... hahahahahaha
Bom, mas fui à Bienal e consegui o meu exemplar e enfim o li!!!!

Sinopse: Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.

Minha opinião: Como sempre, eu não faço uma resenha gigantesca, porque eu odeio spoiler, até mesmo a sinopse eu não gosto de ler tudo, e sempre leio a metade e se gosto compro.

O livro tem muitas páginas e achei que ia demorar pelo menos uma semana pra ler, mas o li em dois dias. Os capítulos são alternados entre a Vivi e o Rafa e em cada capítulo iniciado temos um trechinho de música, que eu amei! A diagramação é perfeita!


Nesse livro temos os personagens principais, Viviane e Rafael, que perdem pessoas da família que são muito próximos e que se unem por suas dores. Viviane é uma adolescente rica em um mundo diferente de Rafael, que é de uma classe mais baixa, e que tudo é diferente e se não fosse pelo destino, nunca teriam se cruzado.

Além de Viviane e Rafael temos outros personagens que eu achei magníficos, sim, magníficos, porque eu queria todos eles na minha vida, o irmão de Vivi e o primo de Rafa, as amigas da Vivi e os amigos de Rafa, citando aqui apenas o Lex, que em minha opinião deveria ter um livro sobre ele.

"Não escolhemos amar nossa família. Amamos e pronto. É uma extensão de nós. Um amor que nasce e morre com a gente. Mas um parceiro... Aquela pessoa que vai viver com você até o fim, é diferente. É muita coisa pensar em quanto você tem que amar alguém para tomar essa decisão e depois ter isso arrancado de você."

Tudo bem, depois de uma rápida apresentação dos personagens, temos uma história para destruir nosso coração, sim, destruir sim, e como diz a Bianca, perder uma batida do coração, porque eu perdi sim, em ler essa história, principalmente a história do Rafa e logo mesclando com a história da Vivi.

Infelizmente eu não posso falar mais da história, porque na contracapa e nas orelhas não tem muito sobre a história perfeita que você vai descobrir ao ler o livro inteiro... Geralmente em um ponto do livro sinto vontade de parar de ler um pouco e começar outro, mas esse eu tive vontade de chegar logo á noite e ter um pouco de silêncio para terminar de ler, e as vezes eu não queria terminar de ler, por ser uma história linda, e as vezes eu queria terminar para saber se teria uma continuação. O livro mostra bastante sobre o preconceito entre classes socias, tatuagens... essas coisas, e é uma reflexão, você fica pensando no assunto, mesmo quando o livro termina.

Quem gosta de New Adult, esse é um prato cheio e mais que isso, já que se passa do Brasil, acredito que me identifiquei ainda mais com a história.

Falando um pouquinho da Bianca Briones, ela é super simpática, MUITO tímida, e de uma simplicidade linda, que encanta todos. Esse é o primeiro livro publicado dela, e ela tem mais dois livros, se eu não me engano para ser publicado e eu espero do fundo do meu coração que seja logo!

Comprei o livro dela no dia 23.08 na Bienal do livro e tive o prazer de tirar uma foto e de ganhar um autógrafo lindo. Desejo tudo de bom na sua vida Bianca e que você seja sempre  essa pessoa simples e delicada que você é. Muito sucesso! 

Bom, depois de essa resenha nem preciso dizer que eu recomendo o livro né?


Playlist:
Could be any harder – The Calling
O anjo mais velho – Teatro Mágico
Fix You – Coldplay
Wonderwall – Oasis

Cocaine – Eric Clapton


Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!

2

Como fui esquecer você – Jennifer Echols - @editorapandorga

Sinopse: Existem muitas coisas que Zoey gostaria de esquecer. Que seu pai engravidou a namorada de vinte e quatro anos. Seu medo de que toda a cidade descubra sobre o colapso nervoso de sua mãe. Do belo e sombrio, Doug, o bad boy da escola que a perturba. Sentindo como se sua vida estivesse prestes a se tornar uma completa bagunça, Zoey luta da única forma que sabe, usando sua famosa atenção em detalhes para assegurar seu lugar como a filha perfeita, a aluna perfeita, e a namorada perfeita para o popular jogador de futebol americano, Brandon. Mas, em seguida, Zoey se envolve em um acidente de carro e no dia seguinte há apenas uma coisa da qual ela não consegue se lembrar - a noite do dia anterior. Saíra com Brandon como pretendia? Mas então porque Brandon a estava evitando? E porque Doug, de todas as pessoas, de repente está agindo como se algo de importante tivesse acontecido entre os dois? Zoey apenas lembra de Doug tirá-la do carro, mas ele continua a se referir ao que aconteceu aquele noite como se fosse algo mais. E Zoey está aterrorizada em admitir o quanto não pode se lembrar. A controlada e meticulosa Zoey está rapidamente perdendo o controle de todos os detalhes importantes de sua vida - uma vida que parece estranhamente vazia de Brandon e estranhamente preenchida por Doug.

Minha opinião: Primeiro livro que eu leio da autora Jennifer Echols, a Renata sempre fala que tem uma relação complicada com a mesma, pois ou gosta muito do livro ou odeia.

O que tenho a dizer de Como fui esquecer você? O livro conta a história de Zoey e de todo seu drama, o pai engravida uma menina, a mãe está em uma clinica psiquiátrica, e acontece um acidente com ela na qual ela não lembra de algumas coisas, e o livro gira em torno desse acontecimento e dela saber o porque que algumas coisas estão tão estranhas.

Rola um triangulo amoroso entre ela, Brandon e Doug, na qual eu detestei os personagens, eles não  se encaixaram e eu simplesmente não me apeguei a nada.

Bom, voltando a Zoey, tenho que dizer que ela é muito metida,  tem coisas no livro que acontecem que ela acha que é, mas não é! E ela se acha demais. Fora que a autora resolveu fazer um bad boy que fala sério... Não é um bad boy de categoria, gente, bad boy tem que ter a categoria. Esse é sem graça e pra mim nem parece um bad boy.
Tenho que assumir que a escrita de Jennifer Echols é ótima, o que fez eu ler até o fim. Ela conseguiu que eu fosse até o fim com um enredo desse.

O que tenho mais a dizer? Não gostei, mas vou ler os outros livros da autora, porque quando comprei, comprei logo três livros... rs

A Re já fez uma resenha desse livro e se você quiser conferir a opinião dela também é só clicar AQUI.


Beijos e até a próxima.


Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!

4

O céu está em todo lugar – Jandy Nelson - @Novo_Conceito

Sinopse: Este é um livro de estreia vibrante, profundamente romântico e imperdível. Lennie Walker, de dezessete anos de idade, gasta seu tempo de forma segura e feliz às sombras de sua irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre abruptamente, Lennie é catapultada para o centro do palco de sua própria vida - e, apesar de sua inexistente história com os meninos, inesperadamente se encontra lutando para equilibrar dois. Toby era o namorado de Bailey, cujos sentimentos de tristeza Lennie também sente. Joe é o garoto novo da cidade, com um sorriso quase mágico. Um garoto a tira da tristeza, o outro se consola com ela. Mas os dois não podem colidir sem que o mundo de Lennie exploda...

Minha opinião: O livro conta a história de uma menina chamada Lennie que perdeu a irmã na sua adolescência, Lennie que deveria estar de luto por causa da irmã, se encontra tendo relacionamentos e isso acaba deixando a vida dela mais confusa ainda. Lennie mora com a avó, da qual a criou desde pequena, pois sua mãe foi embora. Lennie tenta colocar sua cabeça em dia, tentando entender tudo que está acontecendo em sua vida.

O livro tinha tudo para ser um livro MUITO bom, mas tenho que dizer que pra mim o livro é bem razoável e o que mais me impressionou foi a diagramação do livro que é perfeita! Não vi nenhum outro livro tão lindo quando O céu está em todo lugar.

Acredito que a autora se perdeu na história, deixou com que ficássemos com raiva de Lennie e faltou uma estrutura mais elaborada, na qual não deixei cair nem um pingo de lágrima pela protagonista.

Muitas pessoas falam muito bem desse livro e eu o tinha na minha estante há mais ou menos três anos, mas infelizmente não achei que foi a hora dele.

Joe e Toby foram garotos que pra mim não teve sal nem açúcar, eles não tinham um “q” a mais, e não me motivaram em nada... Não ri, não chorei, não tive do que me lembrar e com certeza esse livro só será lido uma vez por mim.


Tenho que dizer que dou três estrelas porque como eu já disse a diagramação é perfeita e o livro consegue melhorar uns 10% nas últimas folhas, mas infelizmente tenho que dizer que me desagradou muito mais do que agradou.


Eunice Ely

Esse post faz parte do TOP COMENTARISTA ESPECIAL Agosto de Setembro!