5

Resenha: A Invenção das Asas - Sue Monk Kidd - Editora Cia das Letras

Sinopse:

Em sua terceira obra, Sue Monk Kidd, cujo primeiro livro ficou por mais de cem semanas na lista de mais vendidos do New York Times, conta a história de duas mulheres do século XIX que enfrentam preconceitos da sociedade em busca da liberdade. Sue Monk Kidd apresenta uma obra-prima de esperança, ousadia e busca pela liberdade. Inspirado pela figura histórica de Sarah Grimke, o romance começa no 11º aniversário da menina, quando é presenteada com uma escrava: Hetty “Encrenca” Grimke, que tem apenas dez anos. Acompanhamos a jornada das duas ao longo dos 35 anos seguintes. Ambas desejam uma vida própria e juntas questionam as regras da sociedade em que vivem.

Minha Opinião:

A Invenção das Asas foi uma leitura surpreendente e marcante, ao iniciar a leitura não sabia que ele iria me tocar e encantar tanto quanto encantou, perfeito é pouco para descrevê-lo, o melhor seria descrevê-lo como choque de realidade que todos deveriam ter, seja nos dias de hoje, seja antigamente.

O barulho estava na sua lista de pecados dos escravos, que nós sabíamos de cor. Número um: roubar. Número dois: desobedecer. Número três: preguiça. Número quatro: barulho. Um escravo devia ser como o Espírito Santo: não se vê, não ouve, mas sempre esta por perto, a postos.”

O livro narra à história das duas personagens principais desse livro, Sarah Grimké e Hetty “Encrenca”, duas garotas com idade aproximadas, mas que não poderiam viver realidades mais diferentes.

Sarah é uma garota rica e sonhadora, mas que vive omissa por seus pais e a sociedade, ela nunca entendeu o porquê dos escravos serem tratados de forma tão desumana e imagina que um dia, poderá ser dona de suas próprias opiniões e mudar sua vida e dos escravos que a cerca.

Já Hetty é uma verdadeira “Encrenca” como é chamada, mesmo sendo escrava, não consegue entender que deve “obediência” a seus donos, então vive se metendo em encrencas, principalmente por desrespeitar “sua” senhora.

O caminho das duas começa a se entrelaçar quando Sarah faz 11 anos e ganha de presente Hetty para ser sua escrava pessoal, inconformada com essa situação, Sarah passa a lutar pela liberdade de Hetty e todos os escravos a sua volta, mas sem ter voz ativa dentro da família, ela começa a se calar e ver que não conseguirá mudar o mundo, mas suas esperanças são renovadas quando nasce sua irmã mais nova Nina, que compartilha de suas idéias e tem algo que ela sempre quis ter, coragem, de enfrentar a tudo e todos e lutar pela causa que acredita.

... Permanecer em silêncio frente ao mal é, em si, uma das formas do mal.”

A leitura desse livro foi emocionante, me peguei em diversas passagens chorando e imaginando tudo que os escravos passaram e como é a sensação de impunidade, de “pertencer” a alguém, não ter vontade própria e ver sua vida passar tão depressa sem ter o direito de escolher para que lado seguir, aonde ir ou o que fazer, ser privado de opinião, escolha e liberdade.

Cada uma das personagens principais me marcou de uma forma diferente, Sarah por seus ideais e pelos sacrifícios que fez para conseguir alcançar o que queria, Nina por ser valente, dona de suas opiniões e saber levá-las adiante, seja diante de quem fosse e principalmente Hetty, por crer que não pertencia a ninguém, que por mais que fosse escrava, cabia a ela reger sua vida, mostrando força e perseverança nos piores momentos possíveis, e quando digo piores, são momentos cruéis que é difícil saber como um ser humano pode sobreviver a tamanha monstruosidade humana e Hetty sobreviveu, sempre querendo mostrar que era dona de si, não do seu corpo, mas de sua alma.

Meu corpo pode ser escravo, mas não minha mente.”

Boa parte do que é narrado nesse livro, é baseado em uma história real, das irmãs Grimké que adorei conhecer mais ao final do livro, quando a autora nos conta um pouco da vida real dessas duas irmãs que contribuíram tanto pela liberdade dos escravos e das mulheres. No final, me emocionei com o que a autora cita, e gostaria de compartilhar com todos, pois é exatamente dessa forma que me senti ao ler o livro, Sue Monk Kidd conseguiu me envolver em cada página e me fazer refletir sobre cada gesto e pensamento que tenho.

A história não são apenas fatos e eventos. A história também é a dor em nosso coração, e nós repetimos a história até que sejamos capazes de fazer nossa a dor no coração de outro”

A edição desse livro esta impecável, a capa é linda, singela e tem tudo haver com a história, os pássaros simbolizam a liberdade que todos deveríamos ter e o título é simplesmente encantador, com uma sutileza incrível e a narrativa da autora, esse livro é sem palavras para descrevê-lo, pois encantador é pouco para tudo que senti ao -lo.

Recomendo essa leitura para todos, independente da idade ou gosto literário, pois tenho certeza que assim como eu, você irá se deparar com uma grande história, que poderia ser de qualquer um de nossos ancestrais, que mereceu ser escrita e que merece com toda certeza, ser lida.


Beijus

Renata Sara

4

[Resultado] Top Comentarista do mês de Março

Olá pessoal, tudo bem?

Finalmente, depois de muito tempo, saiu o resultado do Top Comentarista do mês de Março. Primeiramente gostaria de me desculpar pela demora, estava sem acesso a internet, portanto não conseguia contar os comentários, por esse motivo o blog ficou meio paradinho também :( Continuo sem net, mas consigo acessar de vez em quando, e já consegui colocar as resenhas em ordem, então vem muita novidade por aí : D

Mas vamos ao que interessa? Houve novamente um empate, dessa vez entre 9 pessoas e conforme o confirmado, segue o número de sorteio de cada um, baseado na ordem em que se inscreveu para o top.


1 - Bruna Souza, 2 - Dani Kaulitz, 3 - Priscila Domingues, 4 - Janna Granado, 5 - Larissa Santos, 6 - Geórgia Alice, 7 - Nathalia Silva, 8 - Paulinha S. e 9 - Duda Santos e a sortuda foi :



Parabéns Priscila Domingues !!! Você tem até 3 dias  para responder ao email que lhe será enviado, caso não responda um novo sorteio sera realizado, e para quem não ganhou, fiquem calmos, mês que vem o top volta com tudo ! Continuem comentando, pois notei que muita gente deixou de comentar esses últimos dias :(

Beijus

Amor de Livros
2

Tag Especial trilha sonora da vida

Oi!!!  Geralmente não respondo a tags, mas adorei essa tag que vi no blog da Dani LIVROS A JANELA DA IMAGINAÇÃO.

Regras
1. Abra sua lista de música (ipod, itunes, windows media player, etc.);
2. Coloque no modo shuffle/random/aleatório;
3. Aperte o play;
4. Para cada pergunta abaixo, escreva o nome da música que esteja tocando;
5. Quando passar para a próxima pergunta, aperte o botão pra avançar pra outra faixa;
6. Não minta e não tente parecer legal.

Vou usar as músicas do meu celular.

Vamos lá:

1.Tema do seu nascimento:
* Don’t you remember – Adele
“Bem romântica para esse tema né?”

2.Primeiro dia na escola:
* Shimbalaiê – Maria Gadu
“Adorooooo”

3.Primeiro amor:
* Confesso – Ana Carolina
“Não conheço a música muito bem, mas até que é romântica.”

4.Primeira decepção amorosa
* Rumor has it - Adele
“Não ouço muito essa musica, mas acho que combinou.”

5.Tema de sua vida escolar
* Toxic – Britney Spears
“Adoro!!!! Não tem nada a ver com a vida escolar.”

6.Primeira briga
*  Codinome beija-flor – Cazuza
“Adoro. Combinou!!! Kkkkk”

7.Primeiro porre
*Dynamite – Tayo Cruz
“Outra que combinou... Na balada, colocando as mãos pra cima!!! Essa música sempre me anima.”

8.Tema atual da sua vida
*O que é que tem – Jorge e Mateus
“Outra que até que combinou, adoro as letra”

9.Sua canção de namorados
* Pura Adrenalina - Belo
“ Gosto muito e acho que combinou sim!”

10.Primeira traição
* Viva La Vida - Coldplay
“Uma das minhas favoritas que nunca enjoo, mas não tem nada a ver com traição”

11.Música de seu casamento
* Sober - Pink
“Não teve no meu casamento kkkkkk”

12.Trilha sonora para sua primeira vez
* É isso ai – Ana Carolina
“ Combina né gente, mas a minha foi Behind Blue Eyes!” o.O

13.Trilha sonora para as demais vezes
* The lazy song – Bruno Mars
“Ah, a letra não combina, mas eu ouviria… rs”

14.Primeira canção em seu carro
* Fui Fiel – Gustavo Lima
“Tá, eu ia gostar.”

15.Primeira viagem de carro
* O último Romantico – Lulu Santos
“Prefiro outras, mas essa quebra um galho.”

16.Tema de seus flashbacks
* Onde haja sol – Jorge e Mateus
“ Amo, e como essa musica é antiga acho que deu certo.. kkkk”

17.Tema nascimento do seu primeiro filho
* Break you heart – Taio Cruz
“Não combinou, pois quando minha bebê nasceu estava tocando “A thousand years – Christina Perri”

18.Música que estará ouvindo quando morrer
* Pra você guardei o amor – Nando Reis
“Ai credo.”

19. Musica do funeral
* Zombie – The Cranberries
“ Ai credo, ai credo, ai credo”

20.Música Que cantará para todos de onde estiver
* Welcome to St. Tropez – Timati feat Kalenna Harper
“Eu topo, não consigo viver sem essa música.”

Espero que tenham gostado, quem quiser é só levar a Tag.


Bjssss

Eunice Ely
7

Resenha: Casamento Blindado - Renato & Cristiane Cardoso - Thomas Nelson Brasil




Sinopse: O que você faria se tivesse de proteger um grande tesouro? Guardaria esses bens mais preciosos num simples armário ou entregaria tudo aos cuidados de um banco com cofre bem seguro? Se a resposta é óbvia no que diz respeito a bens materiais, mais ainda quando se trata de uma riqueza muito maior: o casamento. Alvo de ataques, ele precisa ser devidamente protegido. Em Casamento Blindado, o casal Renato e Cristiane Cardoso apresenta orientações para todo casal que reconhece o valor da vida conjugal e deseja resguardá-la do risco do divórcio. Para isso, eles se valem da longa experiência adquirida durante os anos em que aconselharam e ministraram cursos a milhares de casais, e que compartilham também como apresentadores do programa The Love School - A Escola do Amor.

Minha opinião: Antes de tudo quero deixar bem claro que não estou em crise no meu casamento de 6 meses, apenas quero blindar o meu casamento para que continue assim ou melhore cada vez mais.

"Sozinho você consegue o possível. Com Deus você consegue o impossível."

Apesar que eu e o meu marido temos o pavio curto, somos escorpianos e muitas vezes não concordamos com muitas coisas. Esses dias eu estava andando no shopping e dentro de uma banca tinha esse livro e me deu uma louca vontade de folhear, então comprei, sentei na praça de alimentação e comecei a ler. O livro é muito bom e se não vai ajudar, pelo menos não atrapalha em nada e eu acredito que pra mim ele trouxe muitas lições e concordo com muita coisa escrita nele.

Uma coisa que eu sempre digo é que antes de gostarmos de uma pessoa e dedicarmos todo nosso tempo para ela, temos que fazer isso com a gente mesmo, e casamento blindado só me fez crer que as minha ideias sobre companheirismo estavam certas.

" Amar é conhecer a outra pessoa, admirar o que você conhece dele e olhar seus defeitos positivamente. Se nos dedicarmos, podemos aprender a amar qualquer pessoa ou coisa."

Não sou um doce de esposa e o meu marido não é perfeito, mas vivemos para tornar um casamento duradouro e sem nos ofender porque cada um gosta de uma coisa, de um esporte, de livros, de outras coisas, muitas vezes fazemos coisas separadas, mas não deixamos de jantar, de assistir algo juntos na tv e de passarmos o final de semana como uma família

Acredito que temos algumas vezes que trabalhar mais, ou que ele tem que jogar bola pelo menos uma vez por semana e se antes ele fazia isso, só porque casou não acho que ele deva viver em uma prisão e se um dia ele dizer que não quer mais viver comigo vou aceitar.

Calma gente, não é que eu não ame o meu marido, mas acima de tudo quero ser feliz e quero que ele seja feliz, mas não adianta eu colocar uma arma na cabeça dele e obriga-lo a ficar comigo, não, pelo contrário, quero que ele sinta vontade de estar comigo assim como sinto saudades até quando ele sai para  trabalhar, mas se um dia ele dizer que não quer mais viver comigo, vou ter que entender e deixar que ele parta para uma vida melhor. Dói só de pensar, então por isso que tento viver em harmonia, com amor, ternura, ajudando quando posso e sendo uma esposa que ele aprove, para que eu não sofra lá na frente, mas não posso privar-me das minhas ideias e dos meus objetivos somente para agradá-lo.

"A maioria dos problemas matrimoniais é recorrente, portanto não basta você saber resolver o problema de hoje, é preciso cortar o mal pela raiz para que ele não surja de novo lá na frente."

Já errei muitas vezes no nosso casamento e ele também, mas espero que esses erros tenha nos amadurecido. 

Gostei bastante do livro e li em apenas um dia, sentindo prazer a cada frase dita, como se estivesse aprendendo novas palavras. A cada final de capitulo temos lições na qual podemos nos sujeitar a completar, eu ainda não fiz, mas quero fazer.

Sei que escrevi muitas coisas a meu respeito e pouca coisa do livro, mas sugiro que vocês leem um pouco e depois dê uma olhada na resenha novamente. O Renato e a Cristiane sofreram um bocado no começo do casamento, pois como eles próprios disseram, todo mundo sabe casar, mas ninguém sabe o que vem depois do casamento, e não ganhamos um livro do dia a dia, de como vai ser, de como temos que agir.

Recomendo a todas as pessoas a lerem esse livro, tanto para os casados, para os solteiros que querem um casamento duradouro.

Bjsss


Eunice Ely
3

Resenha: A Filha do Louco - Filha do Louco - Livro 01 - Megan Shepherd - Editora Novo Conceito


Sinopse: Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira - e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá-la... Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.


Minha opinião:

Olá pessoal, estou um pouco nervosa por essa ser a minha primeira resenha, bom, tudo é meio novo para mim. Mas eu espero que gostem e aprovem. 

A Filha do Louco é um livro que me surpreendeu bastante. Eu passei a noite lendo e não me arrependi! Sou apaixonada pela capa, o vestido que Juliet usa foi o que mais me encantou, sem esquecer o cenário, que aos meus olhos é perfeito. 

No início da estória a nossa querida personagem está em seu trabalho e logo depois é surpreendida por uma situação muito inquietante. Depois de algumas páginas, tudo começa a se desenvolver dentro de uma ilha tropical. Mistério. É uma boa palavra para definir o livro. Após anos ela reencontra um conhecido, e esse conhecido tem o poder de mudar tudo, e ele muda.

O livro relata a história de Juliet Moreau, uma garota que foi afastada da sociedade por conta dos crimes que seu pai cometeu. Henri Moreau era o melhor cirurgião da Inglaterra, mas um escândalo o tornou o pior homem de todos, quando desvendaram o seu maior segredo: Suas experiências que envolviam humanos e animais em uma conturbada troca de órgãos. Como um excelente covarde que era, abandonou sua filha e sua esposa, deixando então um mistério no ar: Dr. Moreau estava vivo ou morto? Será que a morte o aceitaria ou o temeria como todos? A mãe de Juliet sempre se esforçou para dar do bom e do melhor para a filha, mas infelizmente acabou falecendo, deixando então a garota sozinha no mundo a mercê de sua própria sorte.

- Não estamos falando sobre o que é ou não verdade, Juliet. Estamos falando sobre as coisas nas quais as pessoas querem acreditar – disse ele, com esfregando a testa. – Você ainda é jovem. Não sabe o quanto o mundo pode ser injusto.”

O que mais me chamou a atenção foi à experiência entre animais e humanos, é algo cruel e medonho, mas é fascinante ao mesmo tempo. De certo modo houve um triângulo amoroso, e para a minha infelicidade, o escolhido não foi de meu agrado. 

Eu particularmente gosto de livros narrados em terceira pessoa, mas nesse caso, a narrativa foi o que mais me impressionou. Eu me senti como a própria Juliet, e por alguns minutos, me tornei a filha do louco. 

 O final do livro me deixou boquiaberta, tudo que eu imaginei que aconteceria não ocorreu, e não fique nem um pouco desapontada por isso. E aqui eu encerro minha resenha dando cinco estrelas ao livro, fiquei muito feliz ao saber que ele teria continuação, e por esse fato estou dando as cinco estrelas. Tenho certeza que todas as dúvidas que tive serão esclarecidas no próximo livro. É isso, até a próxima! 

                                                              
                                                                 Beijos :3

                    Bia Cerone





13

[Por Dentro dos Filmes] Uma Ladra Sem Limites


Sinopse:

Sandy Patterson (Jason Bateman) é um paizão, trabalhador e anda louco por uma promoção para melhorar a saúde financeira da família que vai crescer ainda mais, já que sua esposa (Amanda Peet) está grávida. Quando ele estava prestes a dar um salto profissional significativo, descobre que seu nome está sendo usado indevidamente por alguém em outro estado. Com a polícia de mãos atadas para resolver o seu caso, ele resolve viajar para convencer a pilantra (Melissa McCarthy) a se entregar. Só que a missão fica ainda mais complicada na medida que outras pessoas, entre eles um caçador de recompensas, também querem a cabeça dela.

 Minha Opinião:


Uma Ladra Sem Limites é aquele típico filme para assistir quando se quer dar altas gargalhadas. Assisti ele em um final de domingo e me diverti muito!


O filme conta a história de Sandy Patterson, ele trabalha há anos na mesma empresa, tem duas adoráveis filhas e sua esposa esta gravida de um terceiro filho, como os seus gastos sempre são bem calculados, ele tem pouco dinheiro para aguardar a chegada de seu filho, então ele consegue enfim, sua tão sonhada vaga prestigiada em outra empresa. Tudo estaria ótimo se ele não descobrisse que esta devendo uma verdadeira fortuna e que todos os seus cartões de crédito estão estourados.




Quando ele resolve ver o que esta acontecendo, recebe a noticia de que como o golpe foi feito em outro estado, a polícia não pode ir atras da pilantra, então cabe a ele ir atrás dela e convence-la a  se entregar e limpar sua barra.


É claro que existem muitos encontros e desencontros ao longo do filme, a pilantra em questão é uma golpista profissional e hilária, você se diverte muito vendo todas as geringonsas que ela comprou e porque faz tudo o que faz.




Terminei de assistir o filme com um sorriso no rosto e a sensação de que tinha valido muito a pena ter escolhido aquele filme para passar meu fim de noite. Recomendadíssimo.

Trailer





Beijus

Renata Sara
22

Resenha: Arrabal e A Noiva do Capitão - Marisa Ferrari - Novo Conceito


Sinopse: Giordano e Giuseppe são idênticos na aparência, mas suas almas não poderiam ser mais diferentes. O bravo Giordano é o capitão-chefe da Guarda Real. Giuseppe é um ator de coração puro e alegria contagiante que viaja com sua trupe para se apresentar nas praças e castelos da região. De caráter inflexível, Giordano tem como sua maior missão proteger o Rei. Por sua vez, o sonhador Giuseppe deseja escrever uma peça de teatro com diálogos, o que seria uma inovação para a época. Embora não sejam propriamente amigos, os dois irmãos vivem uma espécie de acordo de cavalheiros, respeitando o espaço um do outro e lidando com o delicado estado de saúde de sua mãe. Até que a formosa Luigia acaba com a paz da família Romanelli... Arrabal e a Noiva do Capitão nos transporta para a incrível Nápoles do século 18, magistralmente reconstruída por Marisa Ferrari. Uma história que resgata a magia do teatro e nos convida a compreender a beleza que existe nas contradições.

"Você sempre estará onde estiver seu coração." 

Minha opinião: 

Eu só posso dizer que esse livro é inacreditavelmente mágico! Começando pela capa; podemos ver Luigia (A Noiva) e a bela Nápoles, que cada vez que leio sobre ela, tenho ainda mais vontade de conhecê-la. Vemos também o rio e todo o mistério por detrás desse maravilhoso lugar. A narrativa é super gostosa e o enredo surpreendente, é possível imaginar e visualizar muito bem os lugares que a autora tenta transpassar entre suas citações. 


" - Quem pode ser sábio e perplexo, moderado e furioso, leal e neutro num mesmo instante? -  Todos entreolharam-se, atônitos, buscando a resposta. Então, após uma pausa calculada, Dottore concluiu: - Ninguém. " 

A história se passa no século 18 e gira em torno de Arrabal, o poeta (Giuseppe Romanelli), que chega a Nápoles com sua trupe La Compagnia di Teatro I Trovatori Del Re. Na companhia de teatro somos apresentados a Francesca uma adolescente que acredita fielmente em seu amor por Arrabel, que não a enxerga como mulher, mas sim como irmã mais nova.  Dotorre, um médico cheio de mistérios que jamais revelou seu passado a ninguém. Mamma, que largou a família que fazia pouco de si para se entregar as maravilhas do teatro. Vincé, um oleiro que é cheio de vida e risadas. Gigi, que largou o mosteiro antes de fazer os votos para ser padre, por conta do seu amor a música e a Ópera. Conforme o enredo vai seguindo, somos apresentados a Vittoria, que é conhecida como a marquesa das artes, dado ao seu amor por ela. Giordano Romanelli, gêmeo de Giuseppe, considerado o capitão que arranca suspiro de todas as mulheres e vive com um olhar triste e atormentado. Caterina, uma costureira cega que vive de doações das suas nobres freguesas. E por fim, vemos Luigia, uma viúva cheia de vida que acaba por roubar o amor dos dois irmãos. Tudo acontece de maneira misteriosa deixando que a magia do teatro, envolva todos ao seu redor. 

"Nicola sabia, sempre soube desde o dia em que se casou com ela: Vittoria era o sol, fulgurante e inalcançável! Mesmo que a prendesse para sempre em uma caixa, por qualquer fresta mínima seu brilho lhe faria notar." 


O enredo segue de maneira mágica e misteriosa, mas não posso me aprofundar mais! Fiz um pacto com a autora, e se quiser saber qual é, terá que ler o livro até o final! Mas posso garantir que vocês, assim como eu, vão imaginar cada detalhe do teatro, cada voz e cada cena com perfeição. Marisa Ferrari faz com que você conheça o intimo de cada personagem e que acabe se tornando praticamente impossível, não se conectar com cada um deles. A única coisa que me incomodou foram alguns diálogos e frases em italiano sem a tradução no rodapé e por isso acontecer com certa frequência nesse livro ele leva as merecidas 4 estrelas, fora isso não tenho mais nada que reclamar. É isso, espero que leiam o livro e que tenham gostado da minha resenha! 


Jackie Cerone
18

Nova Colunista do blog : Beatriz Cerone

Olá pessoal tudo bem?

Hoje eu vim aqui trazer uma grande notícia para vocês, o blog ganhou mais uma colunista :D quem esta se juntando a família Amor de Livros é a fofa da Beatriz Cerone, ela é irmã da Jackie (também colunista do blog), ela tem apenas 14 anos e já é uma viciada no mundo literário assim como nós, a Bia veio se juntar a nós para poder trazer um pouco mais sobre a literatura infanto juvenil e jovem para o blog, dessa forma podemos atingir a vários públicos ^^ Espero que o blog sempre cresça e a presença de mais uma colunista só reforça essa nossa tese, bom chega de blá blá blá e vamos conhecer um pouco mais sobre a Beatriz?



Oi pessoal, como vocês estão? Eu sou a Beatriz Cerone - mas podem me chamar de Bia - e sou a nova colunista. Sou irmã da Jackie e estou muito feliz por ter entrado para a equipe, bom, acho que vou contar mais sobre mim. Tenho catorze anos e comecei a ler por influência da Jackie, adoro escrever fanfics e no tempo vago intercalo minha rotina assistindo séries, animes e lendo livros. Eu me considero uma pessoa divertida - modéstia bateu em minha porta agora rs - pois costumo rir a maior parte do tempo, adoro conhecer pessoas novas, sou meio tímida, mas depois de um tempo me torno mais falante do que o normal. Gosto de quase todos os estilos musicais e não me recordo de nenhuma banda em especial, ouço músicas quando preciso de criatividade para realizar algo. Meu sonho é ser escritora e sei que tenho muitos obstáculos para realizar isso, porém tentarei o máximo que eu puder.  Tenho um amor enorme pela Thalita Rebouças e por Harry Potter, ah, também sou apaixonada por Percy Jackson. Vira e mexe estou indo em eventos que são realizados no Ibirapuera. Não sei mais o que dizer sobre mim, então, acho que é isso. Vai ser um prazer interagir com vocês. Beijos!

Bia seja muito bem vinda a família Amor de Livros :D e vocês o que acharam da novidade? Quero ver nos comentários, ok?

Beijus

Amor de Livros