4

Deslembrança - Cat Patrick - Editora Intrínseca

Sinopse:

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Minha Opinião:

London não se lembra de seu passado, lembra apenas de seu futuro, coisas que ainda vão acontecer. Toda vez que ela dorme, suas lembranças do dia anterior são apagadas, o que a faz viver situações bem inusitadas. Para se lembrar de sua vida, London escreve bilhetes todas as noites, dizendo como foi seu dia anterior, ou até mesmo coisas importantes que aconteceram até aquele dia, as únicas pessoas que sabem de seu problema, é sua mãe e sua melhor amiga Jamie. Ela já foi a diversos médicos, que não sabem dizer o que ela tem, já que ela desfruta de uma boa saúde. London leva sua vida normalmente, até que conhece Luke e se apaixona por ele, juntos eles irão desvendar os mistérios de seu passado e tentar achar as explicações que London tanto busca.

“De alguma forma, em meio a tantas emoções conflitantes, o sono segura minha mão e me puxa.
E tudo o que não foi escrito desaparece.” Pag. 39


Deslembrança foi uma leitura super agradável, porem bastante confusa. O livro se inicia com London contando seu dia a dia, mostra sua rotina no colégio e como ela lida com a sua doença, a narrativa é rápida, a autora escreve de uma forma leve que não te deixa com vontade de largar o livro. No começo me diverti muito com a leitura, pois parece que London é uma amiga sua, contando sua historia. É divertido ver os bilhetes que ela deixa para si mesma, e aos poucos ir desvendando seu passado. Achei a ideia central do livro bem interessante, pois esse tema sempre me chamou atenção, principalmente pelo fato da personagem lembrar de seu futuro, o livro ganha uma dimensão ainda melhor com o romance de London com Luke, ele é aquele personagem que você se apaixona logo de cara, e que se tornou um de meus personagens prediletos, o segredo que ele esconde também foi bem elaborado e sua postura diante da doença de London me deixou enfeitiçada por ele. 

“Achei que estava preparada.
Li meses de bilhetes hoje de manhã. Passei por dezenas de fotos.
Mas, na vida real, Luke é outra coisa.
Na vida real, Luke é algo para o qual nenhuma quantidade de bilhetes poderia me preparar. Meu namorado que vive, que respira, é incrível.” Pag. 101


O livro tem uma boa dinâmica, e estava para se tornar um dos melhores livros lidos do ano, porem do meio para a frente a autora se perdeu, o livro ganhou folego, com ela desvendo os mistérios, e contando mais sobre o passado de London tudo parecia bem amarrado, mas quando chegou nas ultimas partes, a autora simplesmente correu com o livro, não desenrolou as historias que ela mesma tinha criado, não deu maiores explicações, correu com o livro, parecendo que tinha que termina-lo naquela hora, quando li a ultima pagina, senti aquela sensação de cadê?, acabou? Pensei sinceramente que estava enganada e que aquele não era o final, que tinham me vendido um livro faltando paginas, porque não conseguia entender, como um livro tão gostoso, podia se perder de uma forma tão estranha, mas foi exatamente o que aconteceu. Entendo que seja o livro de estreia da autora, mas se ela leu o livro até o fim, é simplesmente impossível ela não ter notado que o livro faltou muita coisa. Porem, apesar do final ter sido tão estranho, recomendo a leitura para um fim de tarde, pois a leitura é rápida e o livro bem interessante, a narração da autora é maravilhosa, e a leitura flui, porem tenha paciência com o livro e não espere grande coisa para o final, mas para uma tarde chuvosa, o livro vai ser de grande utilidade, principalmente pelo romance central do livro que é lindo.

“Ontem à noite foi incrível. Queria que você pudesse lembrar, mas farei o possível para ajudá-la.
Ah, e PS.: Ninguém beija tão bem quanto você.
Com amor,
Luke” Pag. 177

O livro ganhou 3 estrelas somente pelo seu final.

Renata Sara

4 comentários:

Zilda Mara Peixoto

Oi, Renata!
Bem, vamos lá... Eu sou louca por esse livro desde o seu lançamento. Acho a capa dele linda e trata-se de um livro da Intrínseca,né! Que eu curto muito. Mas, ao ler a sua resenha com muito carinho fiquei meio desanimada no que diz respeito a sua fluidez e continuação da narrativa. Fico meio com pé atrás quando o autor(a) se perde na narrativa colocando o sucesso da história em jogo. Mas, enfim, eu daria um crédito para o personagem Luke, pois como você mesmo narrou, é tudo de bom. O livro está na minha lista de preferências desde o lançamento. Agora vou repensar. Vou pular umas "quatro casas" e deixar a empolgação um pouco de lado. Mas, não desisti de lê-lo.
Amei a resenha!
Super detalhada e muito envolvente.
Bjs!!!
@ZildaPeixoto
Cachola Literária

Marinah Gattuso

Olá!
este livro me parece ser ótimo.
Adorei a resenha.

Beijos,
Marinah | Blog Marinah Gattuso

Janna

Oiii Re, td bem?
Então aconteceu isso comigo recentemente, li um livro super bacana mas o final deixou a desejar, detesto quando isso acontece, parece q fica faltando muita coisa...
Pela sua resenha esse livro me lembrou o filme "Como se fosse a primeira vez"...
Fiquei curiosa pela leitura, mas sua resenha me desanimou um pouco, quando encontrar uma promoção dele ai eu compro e leio...
BjOs!!!

@jannagranado
http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Elisandra

Oi Re,

Nossa o final deve ter sido realmente uma decepção, mas já ouvi falar de autores assim que vão tão bem até um ponto e depois aprontam uma que é dose. Não sei se eu gostaria de ler uma história assim, com tantos livros sendo lançados mensalmente, por mais que ele tenha uma boa narrativa não sei se encararia. Mas saiba que amei a resenha e o que prezo num blog é a sinceridade do blogueiro e você está de parabéns.

Beijokas Elis!!

http://amagiareal.blogspot.com/

Postar um comentário